Sunday, April 23, 2006

ANJO TORTO

"Hoje um anjo veio me visitar
Débil, feio e torto
Quase morto

Hoje um anjo veio me visitar
Sem asas, sem auréola
Sem trombetas a lhe anunciar

Hoje um anjo veio me visitar
Caindo aos pedaços
Veio me dizer palavras incertas
Verdades repletas de fraqueza humana

Não havia nada de divino
Naquele pobre menino
Anjo pivete
Deixado por Deus muito antes de nascer."

(Gustavo Adonias)

1 comment:

Vespasiano said...

Grande poesia mestre Guga!!
Excelente como sempre, e achei legal pois o que está escrito em suas linhas retrata o momento e o contexto de individuos e nações inteiras...
Adorei cara!
Mandou ver!