Sunday, April 08, 2007


MEIO

"Ando a esmo
Em mim mesmo
Me perco

Não há meio
De ser inteiro
Sou meio."

(Gustavo Adonias / Raiblue)


*Poesia registrada na Biblioteca Nacional*

1 comment:

Raiblue said...

Junto a você tenho uma sensação mais nítida do que seria ser inteira...obrigada por despertar em mim a poesia q andava um tanto adormecida...ela é um meio de me revelar a mim mesma;sem a poesia,sou apenas metade de alguma coisa que nem sei o que é...Ando tentando caminhar pelo caminho do meio desejando ser inteira um dia...quiçá consiga,né?

Te adoro,meu lindo!Parabéns pelos belos poemas!!vc é incrível!!
beijos...