Monday, September 10, 2007


(E)LEVE-ME


" Leve minhas armas pra longe

Onde eu não possa mais encontrá-las

Leve essas mágoas

Além da curva do rio

Leve-me pra onde for

Dentro de ti

Pelos seus caminhos sem fim

Pelo grande sertão do seu corpo

Açudes e vontades

Leve como a plena pluma azul

Dos seus cabelos

Leve-me

Atraído pelo seu novelo

Ao fim da linha

Ao sim da senha

(E) leve-me..."


(Gustavo Adonias)



*Poesia registrada na Biblioteca Nacional*



1 comment:

Amandita said...

Gus, meu querido!
Por onde andam você e a nossa Rai??Esqueceram de minha vã existência?Puxa, estou com saudades dos dois, mando recado e e-mail para a Rai e ela não responde! Diz que perdi os números dela! Vou começar a acreditar que é alguma coisa comigo...
Adoro vocês!
Beijos,
Amanda Julieta.