Tuesday, July 24, 2007



ALADO


"Sou um ser alado

De asas azuis e sonhos sem fim

De olhos que refletem o céu

De voz calada, quase muda

Mudo de plumagem

Mudando de ares a cada instante

Nesse vôo sem fim, sem escalas

Pra dentro de mim

Sinto assim

Voar não é só para os pássaros..."


GUSTAVO ADONIAS


*Poesia registrada na Biblioteca Nacional sob registro 401.580*

2 comments:

Raiblue said...

Com certeza voar não é só para os pássaros....tenho aprendido a voar com vc,meu querido!!

"..meu lar,minha asa..."
Jamais esquecerei desse verso!!


Poeta alado que abre as alas do pensamento...num vôo p dentro ...cheio de emoção!!

parabéns pelo lindo poema,meu amoreco!
beijão!

alessandro alex said...

Bacana, muito boa sua poesia geral amigo...abraço.
AA