Wednesday, January 17, 2007


MEU LAR, MINHA ASA

De tanto voar
Não tenho mais chão
Vivo ao sabor dos ventos
Vejo tudo do alto
Pássaro que não pensa no tempo
De ir ou voltar
Vontade sem casa
Meu lar, minha asa
Desejo de ave
Vôo de nave
Mito do ar
Imaginar
É minha margem
Fronteira estelar.

(Gustavo Adonias)

3 comments:

Raiblue said...

Que lindo,Guguzito!

Este poema me encantou demais!!Belíssimo!Parabéns!

"...imaginar é minha margem
meu lar,minha asa..."
Que insight fantástico!
vc é um poeta pronto p os mais belos vÔos!

Boa viagem,querido!
beijos passarando...

Raiblue said...

Belíssimo poema,GU!!Foi um dos que mais gostei!

"...vontade sem casa
meu lar,minha asa...
imaginar, minha margem..."

Que jogo fantástico de idéias,imagens e palavras!!

parabéns,poetamor!!

beijinhos bluezen...

Raiblue said...

Belíssimo poema,GU!!Foi um dos que mais gostei!

"...vontade sem casa
meu lar,minha asa...
imaginar, minha margem..."

Que jogo fantástico de idéias,imagens e palavras!!

parabéns,poetamor!!

beijinhos bluezen...