Tuesday, July 04, 2006

AUSÊNCIA

"Essa saudade do que não vivi
Pessoas que não conheci
Lugares estranhos a mim
Tempos que me acenam ao longe
Luzes e sombras
Fantasmas alados
Por fim, essa vida
Que eu vivo, mas não é minha
E a velha certeza
De que tudo é incerto
De que tudo é ausência."

(Gustavo Adonias)

4 comments:

Darlene Bezerra said...

Gostei da sua poesia, aliás gosto do que escreve e me identifico com muitas delas... Parabéns!!!
Bjos

Janaína Calaça said...

Sinto falta de coisas que não vivi tb, Gu... É a antecipação constante das nossas frustrações. Ultimamente, sinto muito a falta de coisas que queria ter vivido... Minha vida está sempre sendo futuro do pretérito.

Beijos

Jana

Janaína Calaça said...

Pessoa falava de uma saudade de algo que não viveu... Estamos fadados a isso, sempre?

Beijos,
abraço forte,

Jana

Dri said...

Me lembra muito de uma música do Legião Urbana que diz, mais ou menosassim, em um dos trechos: saudades de coisas que jamais vivi.
Deve ser o desejo de viver algo!
Sinto isso sempre.
Beijos