Wednesday, May 17, 2006

SENTIR

"Hoje não me sinto bem
Não me sinto eu
Nem me sinto

Sinto que as horas congelaram
E as calotas derreteram
Tudo é mar e nada passa

Sinto muito
As vezes sentir é demais
Parece que nada faz sentido
E tudo isso não volta atrás

Hoje não me sinto bem
Mas também tanto faz
Sentir e ser
Isso já não me satisfaz

O que importa
É que tudo continua
A vida, e a agonia
Dia após dia..."

(Gustavo Adonias)

1 comment:

Marco Bastos said...

Sua poesia é muito boa, Gustavo. Muito forte, muita sensibilidade. Parabéns.
Marco.